Início
Capa do Jornal
Jornal de Notícias
Sociedade|Desporto|País|Mundo
Economia|+ Secções|Pesquisa
‹
|
‹
T-
|
T+
Rússia quer ser "dona" do Pólo Norte
Publicado hoje às 17:50
O Oceano Ártico é uma zona rica em recursos naturais
Foto: Reuters
A Rússia submeteu às Nações Unidas uma reivindicação oficial a mais de um milhão de quilómetros quadrados do Oceano Ártico, uma área rica em recursos naturais e onde se inclui o Pólo Norte.

No pedido, entregue na Comissão da ONU sobre os Limites da Plataforma Continental, a Rússia argumenta que, com base nos resultados da investigação científica, deve ter soberania sobre 1,2 milhões de metros quadrados do Ártico. A área inclui o Pólo Norte e é rica em recursos naturais estimados em 4,9 mil milhões de toneladas de hidrocarbonetos.

A ONU pediu em 2001 à Rússia, na sequência de uma primeira reivindicação para aumentar a plataforma continental, que apresentasse provas científicas dos seus direitos.

O Ártico tem estado no centro de tensões entre os cinco países costeiros do Oceano - Rússia, Noruega, Dinamarca, Estados Unidos e Canadá -- quanto à soberania sobre o fundo de um oceano rico em minerais, petróleo e gás.

Ao abrigo da lei internacional, um país tem direitos económicos exclusivos sobre a plataforma continental num raio de 200 milhas náuticas (370 quilómetros) da sua costa. Os cinco países, no entanto, têm disputado áreas mais vastas em face do degelo do mar Ártico que desbloqueia o acesso a importantes recursos naturais e novas rotas marítimas.

Artigo completoPágina ‹‹ 1 de 2 ››
‹ Anterior Seguinte ›
Partilhar
facebook twitter
Serviços
• Cinemas
• Farmácias
• Meteorologia
• Totojogos
Siga-nos em
T+
|
T-
Tamanho do texto
Versões:Texto|Mobile|PC
ControlInveste Direitos Reservados
Sites MobileAO|Dinheiro Vivo|DN|JN|TSF|O Jogo|Ocasião
Anuncie|Contactos|Ficha Técnica
Termos e Condições